Blog

Gestão Educacional

Ensino híbrido: por que este modelo é tendência para 2021

Ensino híbrido

Ensino híbrido. Preste bastante atenção neste termo, pois ele deve ser o modelo de ensino que muitas instituições vão utilizar em 2021. Como a vacinação ainda está em fase de planejamento em nosso país, o que se pondera até o momento é o retorno parcial dos estudantes às salas de aula no ano que vem.

É aí que o ensino híbrido pode ser uma excelente alternativa tanto para instituições quanto alunos. Nessa modalidade, parte das aulas são transmitidas de modo online e parte presencial.

Segundo uma pesquisa feita pelo Instituto Toluna com 1,5 mil jovens do país, 73% disseram que o ensino deve mudar definitivamente para o híbrido (presencial e online).

Coordenador de TI da Rede ICM, Renato Ramos diz que esta deve ser a realidade em suas 15 unidades de ensino no próximo ano. Para isso, a instituição está investindo em capacitação dos professores e aquisição de novas ferramentas.

A tendência, enquanto a pandemia não acabar, é que o modelo de ensino híbrido ainda seja bastante utilizado. Tanto que estamos nos preparando para aplicá-lo com mais intensidade no próximo ano letivo”, comenta.

Para aplicar de forma eficaz o ensino híbrido é importante que a instituição preste atenção a alguns detalhes. Confira a seguir.

3 pontos que sua instituição deve considerar

1. Personalização

Quando falamos de ensino híbrido estamos nos referindo a algo aliado à tecnologia. Por isso, investir em equipamentos tecnológicos e internet de boa qualidade é fundamental. Ambos são decisivos na entrega final de seu serviço.

2. Escolha do modelo

São quatro os tipos de ensino híbrido: Modelos de rotação, Modelo Flex, Modelo À la Carte e Modelo Virtual Enriquecido. Neste caso, é importante que a instituição leve em conta a experiência do aluno na jornada de aprendizado e o convívio dele com a tecnologia.

3. Benefícios oferecidos

O ensino híbrido possibilita ao estudante ser protagonista da sua própria jornada de aprendizado. Em relação à instituição, é uma forma de oferecer um ensino de qualidade e diferenciado, gerando consequentemente maior captação e retenção.

Conte com ferramentas de suporte

Um dos desafios do ensino híbrido é manter toda a comunidade escolar envolvida e informada sobre as atividades propostas. Neste caso, soluções como o Mentor Web da Edusoft podem ajudar.

A plataforma oferece, pelo menos, quatro alternativas para as instituições de ensino:

  • Disponibilização de materiais: esse recurso é nativo do sistema e permite que o professor disponibilize materiais (documentos, vídeos) para os alunos acessarem a partir de seu portal ou do aplicativo.

  • Mentor EAD: crie trilhas de aprendizado, exercício ou abra salas virtuais para lecionar.

  • Integração com o Moodle: o Mentor Web envia para o Moodle as turmas com os alunos e professores, que podem encontrar nesta plataforma recursos para interação entre eles, além da permitir a criação de atividades com cálculo automático de notas.

  • Integração com o Google for Education: com o compartilhamento das informações entre Mentor e Google, é possível enviar dados cadastrais, criar tarefas e enviar cópias para os alunos e permitir o acesso de qualquer dispositivo (computador, tablet ou smartphone).

Viu como algumas ferramentas podem facilitar a aplicação do ensino híbrido em sua instituição? Então, confira o que mais o  Mentor Web pode ajudar você nas rotinas do dia a dia. Clique aqui e conheça todas as funcionalidades da plataforma!


Quer saber mais sobre as soluções da Edusoft?

Solicite uma demonstração


(47) 2111-2222

comercial@edusoft.com.br