Edusoft Tecnologia - Sistema Acadêmico Mentor Web

Quais são e como analisar os principais indicadores de qualidade na educação

Tempo de Leitura: 6min

Uma característica importante que não pode mais ser considerada “diferencial” ao oferecer um serviço ou produto é a qualidade.

Não é diferente na educação, que, cada vez mais, precisa contar com indicadores de qualidade para mensurar as entregas realizadas. Certamente há outros fatores para a escolha da escola que os filhos vão estudar – como proximidade da residência ou trabalho dos pais, vagas disponíveis ou valores -, mas quando há possibilidade de escolha, a qualidade na educação sempre fala mais alto.

Para que sua escola ou instituição seja cada vez mais reconhecida e bem avaliada, listamos neste post alguns dos principais indicadores de qualidade analisados e como utilizá-los na prática. Acompanhe!

O que são indicadores de qualidade?

Os indicadores de qualidade servem como parâmetros para medir se a instituição de ensino está dentro dos padrões exigidos por um órgão oficial, como o Ministério da Educação.

Ao seguir determinados critérios no processo de aprendizagem de jovens e adultos, e também ao alcançar notas dentro do padrão determinado, é possível se encaixar nos indicadores de qualidade. Essa é uma forma de garantir às pessoas que buscam se matricular na sua instituição que elas terão o melhor serviço, metodologias e entregas alinhadas com as expectativas da família e do estudante.

Vamos conhecer agora quais são os mais importantes indicadores de qualidade utilizados na educação.

  1. Ambiente educativo

Um bom ambiente educativo é necessário para que todas as pessoas que fazem parte dele – professores, alunos, coordenadores – tenham bons momentos de aprendizagem.

Respeito mútuo em sala de aula, e da instituição para com os estudantes, combate à discriminação, fomento do exercicio dos direitos e deveres são alguns fatores que devem estar presentes. Eles fortalecem a socialização saudável e garantem que todos os integrantes da comunidade escolar se sintam acolhidos.

A falta de um ambiente saudável pode levar a práticas discriminatórias como bullying, falta de disciplina e má gestão de conflitos.

  1. Prática pedagógica

Este indicador pode ser considerado um dos mais importantes, pois avalia a forma como os conteúdos são repassados para os alunos ao longo das aulas.

Cada professor tem o desejo de que o estudante aprenda da melhor forma possível em suas aulas. E cada escola quer que seus alunos tenham bom desempenho ao longo dos anos do ensino fundamental e médio – ou universidade.

Portanto, devem ser analisados o planejamento de cada professor para as aulas, se elas se adequam às propostas pedagógicas definidas pela instituição e variedade das estratégias. O uso dos recursos de ensino-aprendizagem, ambiente e materiais multimídia fornecidos pela instituição, além de propostas inclusivas também entram neste indicador.

  1. Avaliação

Independente do segmento, a avaliação é algo presente em toda instituição de ensino. Este indicador serve para avaliar principalmente o nível de absorção e compreensão de determinada disciplina em determinado período (trimestre, quadrimestre ou ano). 

Mas, além disso, uma avaliação da turma pode conter dados importantes até mesmo sobre o professor e a prática pedagógica utilizada, dependendo do desempenho dos estudantes.

Além das avaliações obrigatórias das disciplinas estudadas, a instituição deve dedicar um tempo para a avaliação da escola como um todo. Você pode solicitar aos alunos e professores que forneçam sua opinião sobre tópicos estabelecidos relacionados à instituição.

Podem ser medidos o nível de satisfação com o ambiente escolar e prática pedagógica, satisfação com a estrutura escolar e professores, além de abrir espaço para que os interessados deixem sua opinião sobre o que pode ser melhorado.

  1. Gestão escolar democrática

Democracia é a base para um bom trabalho, com respeito a todos. Não significa atender a todas as solicitações, mas levar todas em conta e implantar, ou alterar, o que mais fizer sentido para o bem da instituição.

Este indicador considera a participação de toda a comunidade escolar nas decisões por meio da participação nos Conselhos Escolares e o constante acompanhamento escolar. Proporciona ainda acesso de todos à informação transparente sobre ações educacionais e financeiras da escola.

  1. Formação e condições de trabalho dos professores

Uma boa formação, com cursos reconhecidos pelo MEC ou instituições internacionais são importantes para garantir a qualidade do ensino e usados ocasionalmente como justificativa do valor pago nas mensalidades.

Investimento em formação dos professores (tempo, incentivos financeiros ou parcerias que garantem descontos, por exemplo) e em também em boas condições de trabalho são essenciais para que a satisfação possa ser transmitida em sala de aula.

Avalie seu corpo docente quanto a suficiência (quantidade de funcionários), assiduidade e estabilidade dos mesmos!

  1. Ambiente físico

Tão importante quanto o educativo, o ambiente físico deve ser bom e adequado para alunos e professores. 

Ele deve ser bem estruturado e organizado para atender às necessidades de quem vai passar uma boa parte do dia nele.

É importante avaliar salas de aula, banheiros, biblioteca, salas para atividades multidisciplinares – como de informática ou laboratório, por exemplo. Recursos existentes e a qualidade deles também devem ser considerados, como o acesso à água, alimentos e materiais didáticos.

  1. Acesso, permanência e sucesso dos alunos

Retenção de alunos e êxito na aprendizagem são dois dos principais desafios encarados pelas instituições de ensino.

Neste caso, os indicadores a serem analisados são o número de faltas dos alunos, índice de abandono, evasão, e a atenção dispensada a alunos com algum obstáculo na aprendizagem.

Tecnologia a favor da educação de qualidade

Muitos destes indicadores podem ser facilmente analisados ao se utilizar uma plataforma de gestão educacional.

Com o cadastro dos alunos no software, faltas, notas e inadimplência são facilmente consultados pela secretaria da escola. Assim, a entidade pode entrar em contato ou elaborar uma estratégia para a atração deste aluno, que pode estar desmotivado.

Pesquisas de satisfação também podem ser feitas a partir de um aplicativo da escola, onde o aluno ou seus pais respondem rapidamente pelo celular. Além de promover comunicação contínua com pais, estudantes e professores.

Com a plataforma Mentor Web, da Edusoft, é possível visualizar indicadores gerenciais

da instituição de ensino que foram construídos através de uma ferramenta de Business Intelligence (B.I. – Inteligência de negócios). Desta forma, fica tudo disponível na palma da mão, pelo aplicativo, ou a um clique de distância.

Você já levou estes índices em consideração? Como está a qualidade da sua escola?

Conta pra gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × um =