Edusoft Tecnologia - Sistema Acadêmico Mentor Web

Novo Ensino Médio: quais as principais mudanças?

Visando reforçar a formação técnica ainda na fase da vida escolar, o Governo Federal criou o Novo Ensino Médio. Apesar de o assunto estar em pauta há algum tempo, ele ainda causa muitas dúvidas tanto para gestores e professores quanto para pais e alunos.

Separamos aqui as principais informações sobre o Novo Ensino Médio e como ele vai impactar sua rotina. Fique por dentro das mudanças!

Qual o objetivo do Novo Ensino Médio?

Em linhas gerais, a mudança da grade curricular, do volume de horas e da própria certificação estão diretamente ligadas com o objetivo de formar tecnicamente o estudante. Entre as alterações mais sensíveis está o fato de que o modelo de aprendizagem ocorrerá por áreas de conhecimento. São elas:

– Linguagens e suas tecnologias;

– Matemática e suas tecnologias;

– Ciências da natureza e suas tecnologias;

– Ciências humanas e sociais aplicadas.

Na prática, nenhuma disciplina é excluída da grade, apesar de serem trabalhadas de forma diferente. Serão 1800 horas de formação nestas quatro áreas, além de uma formação técnica e profissional. Essa nova divisão de conteúdos segue um modelo similar ao aplicado no Enem.

Uma grande mudança será o itinerário informativo. Na prática, isso significa que, ao longo dos três anos, somente língua portuguesa e matemática serão disciplinas obrigatórias, enquanto as demais podem ser escolhidas pelo estudante, de acordo com o itinerário informativo.  Na área de ciências da natureza a escola pode ofertar, por exemplo, o itinerário sobre meio ambiente e sociedade, e o estudante opta por cursar aquele itinerário com o qual se identifica.

Ao fim dos três anos de ensino médio o aluno receberá, além do certificado regular, também o certificado do curso técnico ou profissionalizante que cursou.

Para o aluno, significa que ele terá mais opções de se aprofundar na área de maior interesse, saindo do ensino médio com uma formação técnica que facilite o ingresso na educação superior, dentro da área que busca, ou parta para o mercado de trabalho com um direcionamento.

Tanto redes públicas quanto privadas possuem liberdade para definir seus itinerários informativos.

Carga horária e início das mudanças

As orientações para o Novo Ensino Médio passam a ser ofertadas já em 2022, sendo obrigatórias a partir de 2023. Portanto, para a escola este é o ano de testes e ajustes necessários, visando maior identificação com o aluno. Também é o momento de ouvir pais e estudantes para garantir a melhor oferta de itinerários.

Outra alteração essencial é a carga horária, que até 2024 deve ser de mil horas anuais, atingindo 3 mil horas de estudos totais. A ideia é trabalhar com 200 dias letivos a cada ano, com cinco horas diárias de estudos.

Na grade curricular, as áreas de conhecimento precisam ocupar 60% da carga horária, enquanto itinerário e formação técnica não podem ultrapassar os 40%.

Projeto de vida, eletivas e estudo orientado

Estes também são tópicos para ficar de olho. No projeto de vida, a ideia é apoiar o estudante na sua relação consigo mesmo e com a comunidade, em uma espécie de aconselhamento e orientação. Deve ajudar o estudante a decidir questões ligadas ao seu futuro e seu papel na sociedade.

Já as eletivas serão compostos educativos oferecidos com base no projeto de vida do estudante. É ele quem escolhe o que quer cursar e propõe para a escola o que considera relevante, e as eletivas podem ser escolhidas a cada trimestre.

Por fim, o estudo orientado tem a proposta de dar suporte do professor ou orientador ao estudante, auxiliando em suas escolhas e projeto de vida. Técnicas de estudos, definição de rotinas e prioridades devem fazer parte dessa orientação.

Para facilitar o acesso às informações sobre o Novo Ensino Médio, o Governo Federal criou uma cartilha especial.

Já para a escola, vale o investimento em novas tecnologias, comunicação com a comunidade escolar para identificação de propostas e necessidades e atenção especial aos itinerários formativos.

Como sua escola tem evoluído nesta proposta? Quais os maiores desafios?

Receba nosso Newsletter

Criação de Sites em Blumenau por Vale da Web