Edusoft Tecnologia - Sistema Acadêmico Mentor Web

Novo Ensino Médio: como a lei vai impactar as escolas?

[siteorigin_widget class=”WP_Widget_Media_Image”][/siteorigin_widget]

Aprovado em 2017, o Novo Ensino Médio é uma reforma na grade curricular que alterou as Diretrizes e Bases da Educação Nacional e estabeleceu mudanças na estrutura do ensino. Escolas de todo o país têm até março de 2022 para aplicar as alterações.

As principais mudanças do novo Ensino Médio são o aumento da carga horária dos estudantes, a adoção de uma base comum curricular e os itinerários formativos.

Tudo isso para dar aos jovens o protagonismo da vida escolar e apoiar a realização de seus projetos de vida, de modo a promover uma aprendizagem com maior profundidade e que estimule o desenvolvimento integral dos estudantes por meio do incentivo à autonomia e à responsabilidade.

Mudanças do Novo Ensino Médio

Carga horária

A carga horária passa de 2.400 horas para 3.000 com as mudanças do Novo Ensino Médio. Deste total, 1.800 serão utilizadas para as aprendizagens comuns e obrigatórias estabelecidas pela BNCC (matemática, linguagens, ciências humanas e sociais aplicadas e ciências da natureza, sendo português, matemática e inglês as únicas disciplinas obrigatórias nos 3 anos) e as outras 1.200 horas serão destinadas ao itinerário formativo.

Base Nacional Comum Curricular

Obrigatoriamente, os currículos de todas as empresas devem incluir o ensino de habilidade e competências relacionadas à língua portuguesa, matemática, geografia, história, física, química, biologia, artes, educação física, sociologia, filosofia e inglês, sendo que o estudante terá 1.800 horas para concluir esse percurso.

Itinerário formativo

Com o Novo Ensino Médio, o aluno vai poder escolher um percurso de aprendizado que dialogue com seus interesses, aptidões e anseios. O itinerário formativo é constituído por um conjunto de disciplinas, oficinas, projetos, núcleos de estudo e outras situações de aprendizado. Tudo isso oferece ao jovem a possibilidade de um estudo aprofundado em uma ou mais áreas de conhecimento, podendo também propor uma melhor formação técnica e profissional.

Por conta disso, escolas precisam criar espaços e tempo de diálogo com os estudantes para que eles possam avaliar seus interesses, conhecendo cada uma das possibilidades e, a partir disso, desenvolver seu projeto de vida.

É importante destacar que as redes de ensino terão autonomia para definir os itinerários que vão ofertar ao aluno. No caso de disponibilizarem a formação técnica e profissional, elas deverão emitir certificado tanto para quem fez curso técnico quanto do profissionalizante ao final dos 3 anos.

Webinar para ampliar conhecimento

Diante de tantas mudanças propostas, é normal que gestores e gestoras de instituições de ensino tenham muitas dúvidas quanto ao tema. É por isso que a Edusoft convida você a participar do webinar Novo Ensino Médio – O aluno como protagonista na escolha da formação.

O evento será no dia 22 deste mês, às 10h30, em nosso canal do Youtube. Clique aqui para ir direto à página e aproveite para marcar o lembrete.

[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_SocialMediaButtons_Widget”][/siteorigin_widget]
Receba nosso Newsletter

Criação de Sites em Blumenau por Vale da Web