Blog

Gestão Educacional Informativos

Como combater a inadimplência nas Instituições de Ensino

inadimplência

A inadimplência é um problema que afeta todas as empresas, incluindo as instituições de ensino.

Nesse segmento, a cobrança é mais delicada, porque o devedor é o aluno e os pais, que nos relacionamos diariamente.

Pensando neste cenário, daremos algumas dicas de como combater a inadimplência, recuperar a dívida e ainda, manter uma relação mais próxima e de confiança com o seu cliente.

Principais causas da inadimplência acadêmica

Como principais causas de inadimplência no segmento educacional temos a falta de gestão financeira ou perda de rendimentos familiares, pelo aluno ou seus responsáveis.

Como explica Emerson Luiz Silva, diretor da Arbrasul, identificamos dois tipos de devedores: o devedor habitual e o devedor inevitável:

“O devedor habitual é responsável entre 70% e 80% da inadimplência de uma IES. Como sua própria definição já diz, ele é habitual, deve por hábito, por opção de dever e não por necessidade financeira propriamente dita. Nestes casos, muitos deixam para pagar ou negociar seus débitos somente ao final do ano, ou do semestre, aguardando sempre uma condição mais vantajosa, como isenção de multa, juros, descontos no valor total entre outras condições”

“O devedor inevitável representa um percentual menor, entre 20% e 30% e neste caso se torna inadimplente de forma alheia a sua vontade, por total e absoluta necessidade e carência financeira. Nestes casos provavelmente a Instituição precisará interagir com o devedor para uma readequação de seus débitos, muitas vezes concedendo bolsas parciais e ainda oportunizando condições diferenciadas para a negociação e quitação de suas dívidas.”

Mas a raiz da causa também pode estar ligada à própria instituição de ensino. Políticas de cobrança ineficientes ou falha na comunicação, geram ruídos na relação entre a instituição e o aluno.

Dessa maneira, é essencial adotar medidas que auxiliam de forma substancial na prevenção e tratamento da inadimplência.

Prevenção da Inadimplência

Em tempos de crise torna-se imprescindível uma melhor compreensão das ações que podem ser tomadas para amenizar estes índices de inadimplência.

É importante que as escolas e faculdades saibam como prevenir esse problema de maneira eficiente.

Entre as medias de prevenção à inadimplência que as instituições de ensino pode adotar, podemos citar:

a) No ato da matrícula, solicitar comprovantes de renda (do responsável financeiro pelo pagamento das mensalidades). Desta maneira a instituição, vai ter informação da real situação que determina de onde virá o recurso para o pagamento das mensalidades. A alegação de desemprego é o argumento mais comum entre os devedores”, comenta Silva;

b) Aluno transferido de outra Instituição de Ensino particular, solicitar a certidão de negativa de débitos da Instituição de Ensino anterior;

c) Manter o cadastro dos alunos e seus respectivos responsáveis financeiros sempre atualizados: telefone, endereço e e-mails. Estes são os principais dados que não podem ficar sem uma constante atualização;

d) Utilizar um sistema que possibilite um gerenciamento e controle completo das informações financeiras, e que tenha capacidade de interagir com os seus alunos e seus respectivos responsáveis financeiros. “Uma boa prática via Sistema de Gestão Educacional é a instituição de Ensino enviar uma mensagem de WhatsApp, SMS ou e-mails avisando que a data de vencimento se aproxima, bem como após vencido, utilizando texto apropriado, convidando o responsável financeiro para a devida regularização”, explica Silva;

e) Contar com os serviços de uma empresa de cobrança especializada no segmento educacional, também poderá trazer significativo acréscimo de resultado bem como inúmeros benefícios para a instituição de ensino;

“Existem empresas que trabalham de forma integrada ao sistema da instituição de ensino, desta maneira reduzindo custos e otimizando resultados”, destaca Silva.

Mesmo adotando essas medidas, a inadimplência é inevitável em muitas instituições, e assim, é necessário reavaliar as ações que foram tomadas até o presente momento e ainda não foram capazes produzir os resultados.

Ações que uma instituição deve tomar para diminuir a inadimplência já existente

Ao se deparar com um caso de inadimplência, o que fazer?

É importante dar atenção a alguns pontos específicos, para minimizar os impactos e resolver problemas.

Inicialmente devemos analisar como a instituição está trabalhando para prevenir a inadimplência:

Está solicitando a documentação necessária?

Todos os contratos estão assinados?

Caso esteja tudo certo com essas questões, podemos realizar ações para minimizar os impactos e resolver problemas de forma que todos saiam ganhando, confira alguns pontos para avaliar:

a) O Sistema de Gestão Educacional pode produzir interação e comunicação através de portais de relacionamento e comunicados digitais?

b) Como está tratando a inadimplência? De forma linear, padronizada ou por períodos de vencimento?

c) Os textos de abordagem estão adequados?

d) As opções de pagamento estão adequadas?

e) Os meios de recebimento são os ideais?

f) Campanhas para liquidação de dívidas são realizadas?

g) O pessoal envolvido na cobrança é especializado e capacitado?

Estas são apenas algumas das questões que podem ser aprimoradas e aperfeiçoadas com um sistema adequado às necessidades de cada instituição de ensino, bem como a utilização de uma assessoria de cobrança especializada no segmento educacional, trazendo possível solução para a inadimplência.

Arbrasul: parceira do segmento educacional

A Edusoft é parceira da Arbrasul, esta especialista em cobrança no segmento educacional, e com sua plataforma totalmente integrada ao Mentor.

Arbrasul, desenvolve um trabalho de excelência e qualidade, com resultados expressivos na recuperação de valores, sempre sem descuidar do atendimento diferenciado, reduzindo o índice de inadimplência, mas também garantindo a retenção dos alunos.

Neste post, apresentamos as principais causas da inadimplência acadêmica, dicas de medidas para preveni-la e ações para reduzir esse índice, melhorando a relação dos envolvidos.

Por fim, não deixe de acompanhar o blog da Edusoft, assine nossa newsletter, e não perca nenhuma novidade.


Quer saber mais sobre as soluções da Edusoft?

Solicite uma demonstração


(47) 2111-2222

comercial@edusoft.com.br