Blog

Gestão Educacional

Como a falta de registros pode afetar os critérios de avaliação dos alunos em sua escola

critérios de avaliação

A organização e o registro dos critérios de avaliação são práticas que já fazem parte da rotina de professores. E eles são de grande importância, pois ajudam tanto a materializar o que foi desenvolvido nas aulas quanto apontam a trajetória gradual de aprendizado da turma.

Esses registros podem incluir vídeos, fotos, áudios, transcrições de falas dos alunos, cópias impressas e outros recursos que auxiliem os docentes na documentação. O conjunto dessas informações reunidas forma até mesmo uma espécie de memória institucional tangibilizada.

O problema é que, com tantas atividades que fazem parte da rotina do professor, às vezes falta tempo para sentar e organizar todas as anotações das várias dinâmicas realizadas em sala de aula.

É neste ponto que alguns erros comuns podem ocorrer ao documentar os critérios de avaliação:

Evite ser genérico

A documentação pedagógica tem como um de seus principais atributos ser específica. Sendo assim, evite registrar nela anotações como “os alunos aprenderam muito” ou “o projeto foi um sucesso”. Especifique o porque de cada apontamento e como isso ajudou nos objetivos pedagógicos.

Uso excessivo de registros

Registros são importantes, mas nem tudo precisa ser inserido na documentação. Se eles não se encaixam no contexto o melhor é deixá-los de fora. A dica aqui é fazer uma seleção para contar uma história coesa.

Desperdício das produções dos alunos

Inclua, sempre que possível, as produções dos alunos como desenhos e vídeos. Elas ajudam a demonstrar a visão, aprendizado, envolvimento e desenvolvimento deles.

Critérios de avaliação em tempos de pandemia

O ensino a distância imposto pela pandemia redobrou a necessidade de registrar corretamente todos os critérios de avaliação. A boa notícia é que a tecnologia possibilita a criação de diversos tipos de registros para a documentação pedagógica.

Registros de áudio, vídeo e fotos, por exemplo, podem ser incluídos em portfólios. Esses recursos possibilitam uma visão abrangente sobre como ocorreu o processo de aprendizagem (especialmente no que diz respeito às metodologias ativas).

Para isso, associe práticas e seus registros sempre a competências e objetivos de aprendizagem.

Nas aulas a distância, envolva a família na obtenção desses registros para o seu portfólio como:

  • Prints de telas;

  • Depoimentos dos alunos;

  • Vídeos ou fotos enviadas pelos responsáveis;

  • Registros feitos em plataformas ou nos apps utilizados pela escola.

Viu como existem alternativas que a tecnologia possibilita para você guardar registros e preencher os critérios de avaliação?

Por exemplo, ao trabalhar figuras de linguagem ou poesia o professor pode promover um sarau virtual na qual a gravação pode servir de registro para a atividade ou ainda resultar num e-book com criações poéticas.

Também é possível criar um diário de bordo em uma ferramenta de comunicação instantânea, no qual sempre um aluno pode relatar o que foi passado na videoaula.

Para facilitar o registro de todos os critérios de avaliação o uso de um software de gestão educacional é importante. Até porque registros manuais demandam tempo e podem ser facilmente extraviados.

O Mentor Web, por exemplo, é uma plataforma de gestão educacional que permite ao professor fazer o registro das avaliações, conteúdo ministrado e frequência diária. Tudo isso de forma prática e fácil, já que conta com aplicativo específico para docentes.




Quer saber mais sobre as soluções da Edusoft?

Solicite uma demonstração


(47) 2111-2222

comercial@edusoft.com.br