Edusoft Tecnologia - Sistema Acadêmico Mentor Web

Estratégias para reduzir inadimplências na sua instituição de ensino

Depois da pandemia e da crise econômica global, um alto volume de famílias brasileiras enfrenta a situação de endividamento. Dados do Serasa Experian mostraram que o problema chega a 75% dos lares no país. E esta situação reflete em um empecilho já conhecido pelo gestor escolar: a inadimplência.

Apesar de ser comum, com algumas boas práticas e ferramentas assertivas é possível driblar a inadimplência na sua instituição de ensino. Veja algumas que separamos aqui.

Política de descontos

Quem não quer pagar mais barato por determinado serviço e ser recompensado pela organização financeira? Uma boa estratégia para reduzir a inadimplência na instituição de ensino é criar uma política de descontos. Percentuais maiores para pagamento anual ou percentual para adiantamento da parcela, por exemplo, atraem a atenção dos pais.

Ter essa possibilidade faz com que muitas famílias se organizem no sentido de adiantar a mensalidade, reduzindo assim o custo fixo. Para a entidade, há a vantagem de contar com dinheiro antecipado em caixa.

Garantir essa política fica mais fácil com um bom sistema de gestão, onde a parametrização da política de descontos permite que o próprio cliente gere o boleto antecipadamente e com desconto.

Diferentes formatos de pagamento

No último ano houve a popularização do PIX como meio de pagamento instantâneo. O uso de contas digitais e cartões de créditos também se tornou habitual e todos estes formatos devem ser considerados na estrutura financeira da escola.

Enquanto nem sempre a família consegue se organizar com os boletos – e talvez não os receba em seu e-mail porque checa espaçadamente o correio eletrônico – o cartão de crédito e o PIX resolvem o problema. No caso do uso do cartão, é possível até mesmo garantir o pagamento anual da mensalidade.

Já o modelo PIX é uma forma ágil de reverter a inadimplência, quando a falta de pagamento por não recebimento do boleto é sanada com este recurso.

Tenha um fluxo financeiro bem desenhado

As políticas de reconhecimento para bons pagadores (como percentual reduzido de reajuste) e o monitoramento de inadimplências recorrentes são práticas fundamentais na área financeira. Também tenha um fluxo bem definido e, de preferência, estruturado em seu sistema de gestão, a fim de garantir a identificação de problemas de recebimento e atuação proativa sobre elas.

A equipe também deve saber o que fazer em cada situação, com este fluxo de trabalho definido. Se puder automatizar o trabalho operacional, como o envio de alertas de mensalidade em aberto, por exemplo, facilita e muito a rotina da entidade.

Bônus: invista em comunicação

Outro fator que pode afetar indiretamente o pagamento das mensalidades escolares é a falta de comunicação com as famílias e estudantes. Por isso, invista em plataformas que facilitem a comunicação e interação com os clientes, enviando comunicados frequentes, bem como facilitando a abertura de chamados.

Para saber mais como otimizar o fluxo financeiro da sua instituição, converse com nossos especialistas e saiba tudo sobre as possibilidades da plataforma Mentor.

Receba nosso Newsletter

Criação de Sites em Blumenau por Vale da Web